Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Bullying e Cyberbullying

    
      Certos alunos juntam-se para rejeitar ou agredir um colega que é diferente dos demais.Em geral, o agredido é mais frágil que os outros e não tem condições de defender-se sozinho.O termos bullying vem do inglês bully, que significa intimidar,tiranizar.
           O doutor Cláudio Pawel, em sua monografia para titulação como terapeuta de aluno pela Federação Brasileira, cita o fenômeno conhecido como bullying:"Não é uma violência explícita de alta periculosidade, mas de agressividades menos ostensivas,toleradas socialmente."São "atitudes hostis repetitivas, por exemplo, entre colegas de classe, motivadas por diferenças culturais, raciais, sociais,características físicas etc."
         Atingidas cronicamente, as pessoas acabam se isolando,com sua auto-estima rebaixada e com tendências a abandonar a escola- em casos mais graves, com tendência ao suicídio.
         Da mesma forma que a mãe tem que interferir para ajudar o filho mais frágil, o professor também deve intervir para proteger o aluno mais fraco.
         Quando o professor não toma nenhuma atitude, os estudantes podem interpretar o fato como aprovação, e a situação tende a se agravar. Além disso, esperar que o frágil aluno reaja por conta própria, que enfrente uma gangue sozinho,é sonhar acordado.
        Com frequência, o aluno indefeso possui distúrbios(ou diferenças) de comportamento:isolamento,choro fácil,dificuldade de reagir à provocação, maneirismos, deficiências ou anormalidades físicas, auditivas, visuais e de fala.Pode ser rejeitado, também em virtude da cor de pele, da sua etnia ou religião.Sobretudo nesses casos, os professores devem aproveitar a oportunidade para ensinar os alunos que o respeito humano é ingrediente indispensável à convivência universal.(...)
        O bullying só é interrompido pela interferência de pessoas que tenham autoridade sobre seus praticantes.O professor, ou o próprio diretor, deve interferir tornando o bullying passível de punição, e trazer à tona esse mecanismo feito às escondidas que exposto à grande maioria, para que todos fiquem cientes e sejam mobilizados a interferir e interromper cada vez que perceberem intimidação, abuso, violência e/ou aterrorização.
      O enfrentamento do bullying, além de ser uma medida disciplinar, também é um gesto cidadão tremendamente educativo, pois prepara os alunos para a aceitação,o respeito e a convivência com as diferenças.(...)
     O cyberbullying é o bullying praticado pela internet, bastante comum em MSN, blogs e fotologs.Cada vez com mais frequência pode ser usado no site de amizades, o Okut.
     Uma vez detectada a existência é preciso que os responsáveis, pais ou professores, rastreiem a internet usada pelos alunos(...)
      Castigos,surras, punições simplesmente não educam.É preciso que os praticantes arquem com as consequências dos seus atos,isto é, desfaçam com as suas próprias mãos e esforço pessoal o mal que causaram.
      Às vezes, os pais,por quererem poupar os filhos, num gesto de amor(e também de comodismo), podem propor pagamento ou o uso dos seus funcionários para construir o que os filhos destruíram.Tais gestos não são educativos,pois não  desenvolvem a responsabilidade sobre os próprios atos, e, para piorar, estão alimentando a delinquência social.

Içami Tiba
Disciplina-Limite na medida certa-ed.Integrare

Vamos refletir e fazer a nossa parte.

2 comentários:

lis disse...

Oi. Infelizmente esse é um assunto muito atual... Mas isso tem q ter um basta!E depende de todos nós, principalmente dos pais, pois pais mais presentes e atuante na educação dos filhos leva o filho para o caminho do bem.
Bjos.

Brasigrega disse...

É muito comum os pais jogarem a toalha, por impotência ou simplesmente por falta de um pulso forte para se impor diante de situações como esta. Mas acredite, toda criança ou adolescente gosta de limites e precisam sentir que os pais sejam fortes para que eles, jovens se sintam seguros e protegidos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...