Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

George Washington Carver


               "Quando se consegue fazer as coisas comuns da vida de uma maneira fora do comum, dispõe-se da atenção do mundo."


Fonte:citador.pt


                 *Hoje escolhi uma história muito muito impressionante. George Washington Carver tinha tudo para não conseguir nada.Mas sua força interior, boa vontade e tenacidade fizeram toda a diferença. Foi a biografia mais marcante e impressionante que já li! Agradeço a Namie, minha querida professora de pintura, por ter me emprestado está linda história!! 
                   Vale à pena conferir o resumo !!



O doutor das plantas
Persistente, Carver superou dificuldades como uma guerra civil e se tornou um dos maiores cientistas da história americana
CARMEN KAWANO
Tenacidade: O cientista George Carver teve de lutar contra a segregação no sul dos EUA para se tornar um dos grandes botânicos de seu tempo e o descobridor do índigo que dá cor ao jeans




A vida nunca foi fácil para George Washington Carver (1864-1943). Ele nasceu em meio à Guerra Civil Americana, quando os estados do sul, escravocratas, lutavam contra os estados do norte, que não aprovavam a escravidão. No estado sulista do Missouri, sua mãe, escrava, foi raptada logo que a guerra acabou e nunca mais foi vista pelos filhos ou por seus donos, os Carver, que criaram o menino e lhe deram o sobrenome.
George nunca se deixou abater.
Curioso, queria aprender tudo o que via ao seu redor.
Assim criou suas próprias agulhas para tricotar
e fazer crochê, aprendeu a cozinhar, lavar
e passar roupas e, principalmente, a
cuidar de plantas.
Assim ficou conhecido como o 
"doutor das plantas"
por seus vizinhos, que o procuravam se
suas flores estivessem com problemas. 
Mas o menino senti que precisava
estudar seriamente em uma escola.
Com o fim da guerra, a escravidão foi
 finalmente abolida em todos os estados,
mas a segregação racial continuou
oficializada no país por muito 
tempo. Não era qualquer escola
que admitia negros em suas salas.
Mas, mesmo enfrentando rejeições e
humilhações, Carver persistiu até
conseguir um lugar que o aceitasse.
Ele pôde, inicialmente,estudar artes,
principalmente pintura a óleo.
Seus quadros retratando plantas e flores
eram muito apreciados. Com a ajuda da
professora, ele conseguiu iniciar sua
carreira em ciências, tornando-se um
botânico na Universidade Estadual
de Iowa. Em seguida, foi pesquisar
em Tuskegee, no Alabama, onde
ficou o resto da vida.
No seu trabalho científico e engenhoso,
Carver não só conseguiu vários resultados,
como fez muito pelo bem dos negros e de
toda a região sul dos Estados Unidos.
Em seu humilde laboratório, pesquisou
várias plantas e descobriu muitos
produtos derivados do amendoim,
batata-doce e outros vegetais.
Um de seus feitos mais famosos foi
conseguir produzir o índigo, que dá o tom
às calças jeans e que salvou a indústria
americana em época de escassez de corantes.
Carver era uma espécie de consultor para
os pequenos agricultores, e ensinava-os
sobre tudo o que se referia a plantações.
Além disso, fez conferências para a
associação dos agricultores e empresários
do amendoim, aconselhando-os
sobre o plantio e sobre a produção
de derivados desse vegetal.
O cientista também impressionou
positivamente o Congresso americano
quando foi convidado a dar
sua opinião sobre a viabilidade
econômica de produzir o amendoim,
substituindo as importações.
Ele foi amigo de presidentes dos
Estados Unidos, ministros da
agricultura e de empresários
como Henry Ford e Thomas Edison,
que o convidou para trabalhar
em sua empresa de invenções,
impressionado pelas descobertas
que saíam do laboratório do
"doutor das plantas".
Carver poderia ter se tornado muito rico, 
mas recusou todos os convites porque
limitava sua vida a pesquisar para ajudar
seu povo, recebendo somente o necessário
para viver. Era comum o botânico aparecer
nas revistas da época, e hoje várias 
instituições mantêm viva a sua
contribuição para a História.
Fonte: revistagalileu.globo.com

7 comentários:

Isa disse...

Uma "estória" de Vida.
Obrigada pela partilha.

Um bom Dia e votos de um Feliz Natal!
Beijo.
isa.

Nanda disse...

Ei Vivian, que história interessante eu não conhecia ^^

Ah é muito bom sair de férias com um pacote de livros não é? Ainda mais se forem divertidos, adoro rs

Feliz Natal para vc tbm querida e um ano novo repleto de realizações para você e toda sua família.

bjoo

Arte Borboletas disse...

OI VIVIAN linda lição de Vida!!!

Estamos muito felizes e queremos lhe desejar um Natal e um Ano Novo Cheio de Paz, Harmonia e obriagada por estar conosco em 2010 e que 2011 continuemos nossa Jornada!!!

Obrigada pelo seu Carinho e sua Amizade!!!

Já levei o novo link e o obrigada pelo selinho de Ntal já esta lá no Blog!!!!

Beijkas Mil Das Borboletas!!!!


Ro e Va

A Saga Auréola disse...

Vivian, queria agradecer as visitas feitas lá no meu blog e desejar um feliz natal e um excelente ano novo.Beijos e continue seguindo meus anjos.Nossa que otíma história, eu sempre fico muito feliz de vim aqui.Beijos

Marcia disse...

Obrigada por compartilhar!!

O Natal é mais do que presentes;
É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano.
É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente,
para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens.
É o nascimento de Jesus!
Muitas flores, muitos sorrisos e muita paz no coração!
★ ┊    ★ ┊┊   ★ ┊  ★ ┊    
┊   ┊ ☆   ☆┊ ┊     ★┊  
  ★ ┊    ★ ┊ ★ ┊ ★ ┊
┊   ┊ ☆   ☆┊    ★┊ ☆ ☆ 
☆┊   ☆   ★ ┊    ★ ┊┊ ☆   
┊   ┊ ☆   ☆┊    ★┊★┊ ★
☆┊ ☆   ★ ┊    ★ ┊ ☆

Feliz Natal!! E um lindo 2011!!

MOISÉS POETA disse...

Vivian, querida !

Feliz natal pra voce tambem !

E que venha 2011 , trazendo esperança de muita Paz e Harmonia para todos nós !

Um Beijo !

Chica disse...

Ué, vi teu comentário que não tinhas me visto e lembrei que tinha lido e comentado. Achei linda essa história e belo exemplo.

Um beijo,FELIZ| NATAL e tudo de bom,chica

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...