Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Águas de Março



           É pau, é pedra, é o fim do caminho
           É um resto de toco, é um toco sozinho
           É um caco de vidro, é a vida, é o sol
           É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol
           É peroba do campo, é o nó da madeira
           Caingá, candeia, é o Matita Pereira


           É madeira de vento, tombo da ribanceira
           É o mistério profundo, é o queria ou não queira
           É o vento ventando, é o fim da ladeira
           É a viga, é o vão, festa da cumeeira
           É a chuva chovendo, é conversa ribeira
           Das águas de março, é o fim da canseira
           É o pé, é o chão, é a marcha estradeira
           Passarinho na mão, pedra de atiradeira


           É uma ave no céu, é uma ave no chão
           É um regato, é uma fonte, é um pedaço de pão
           É o fundo do poço,é o fim do caminho
           No rosto o desgosto, é um pouco sozinho


          É um estrepe, é um prego, é uma conta, é um conto
          É uma ponta, é um ponto, é um pingo pingando
          É um peixe, é um gesto, é prata brilhando
          É a luz da manhã, é o tijolo chegando
          É a lenha, é o dia, é o fim da picada
          É a garrafa de cana, o estilhaço na estrada
          É o projeto da casa, é o corpo na cama
          É o carro enguiçado, é a lama, é a lama


          É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
          É um resto de mato, na luz da manhã
          São as águas de março fechando o verão
          É a promessa de vida no teu coração


          É uma cobra, é um pau, é João, é José
          É um espinho na mão, é um corte no pé
          É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
          É um belo horizonte, é uma febre terçã
          São as águas de março fechando o verão
          É a promessa de vida no teu coração


          Antonio Carlos Jobim 
          Nasceu no Rio de Janeiro-25 de janeiro de 1927-
          Nova Iorque 8 de dezembro de 1994


        Compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violinista brasileiro.
        Fonte:www2.uol.com.br/tomjobim


        *Uma singela homenagem à um Grande Artista.
          Está é uma de minhas músicas favoritas!!Sempre me encanta tamanha perfeição!!


         

15 comentários:

Sérgio Filho disse...

Uma das mais belas que já vi, gosto bastante também.

Um lindo dia para você Vivian,

Aquele abraço!

Everson Russo disse...

Um classico da mpb...linda....beijos de bom dia pra ti.

Contos e Encantos num Canto do Mundo... disse...

LINDÍSSIMA MESMO!!! Olá minha amiga! Como vai? Por aqui tudo bem! Gabriel, numa de suas levadices da breca, quebrou o dedinho do pé. Estava rezando? Claro que não! rsrsrsr... Resultado: molho forçado por duas semanas. Está com o pezinho (um número menor do que o meu, aos sete anos de idade) imobilizado. No dia em que se machucou, o doidinho ainda jogou basquete com os amiguinhos, sob os meus protestos de mãe neurótica, como os outros pais não cansavam de dizer. As aulas recomeçam na terça-feira e as minhas férias também!!! Brincadeira! Com as crianças, juntas, em casa a loucura é intensa e o meu fôlego tem que ser redobrado. Um beijo para você e tenha um ótimo dia...Lu...Ü...

Isa disse...

Como gosto desta música,Deus do Céu!
Linda mesmo.
Beijo.
isa.

Nanda disse...

Ei querida,

Nossa como esta música é linda, amo. Desculpe o sumiço estes dias, uma correria danada no serviço.

bjoo

Magda Beatriz disse...

Oi Vivian...Nossa...adoro essa música...é tudo de bom!
Espero q tu estejas muito bem!
Tem postagem nova lá no blog.
Tudo de muito bom para ti!
Beijos!

http://mbeatriz.webnode.pt/

andrebdois disse...

Que belissimo blog, adorei encontrá-lo. parabens

Misturação - Ana Karla disse...

Realmente Vivian, é uma linda música.
Xeros

Anne Lieri disse...

Vivian,uma linda e merecida homenagem a Tom Jobim!Adorei recordar essa música!Hoje as águas já não são só de março,mas do ano todo!Bons tempos esses de Jobim!Bjs,

Nilce disse...

Oi Vivian

Amo esta e todas de Tom Jobim.
Linda homenagem.

Bjs no coração!

Nilce

VÉU DE MAYA disse...

Olá, Vivian!

Linda e tão popular.Pegou fogo e alastrou.Por que não colocou vídeo?... Simbiose ficaria perfeita. Mas assim se dá mais atenção à letra da música que toda gente já ouviu...imagino...bela e merecida homenagem.

beijinho amigo,

Véu de Maya.

Eduardo Medeiros disse...

essa é mesmo um clássico! letra e música maravilhosas; tom jobim era um cara iluminado.

vivian, quanto ao poema do alvim lá no olhar, a frase é exatamente o "poema".

beijos

Malu disse...

Vivian,

Tom é pura poesia ...
Tb tenho um blog em homenagem a ele,chama-se Tom e seus Tons.


Bjo e uma Semana Feliz!

Irene Moreira disse...

Vivian

Muito bom o seu post em homenagem ao Tom Jobin e essa àguas de março quanta recordfação me traz.

Beijos no seu coração

Elza Magna disse...

Tom era um compositor realmente fantástico, Vivian. E quando se metia a fazer a letra também, dava nisso: pérolas como Águas de Março.

Se vivo fosse, ele estaria muito triste. O riacho que inspirou a música transbordou e colaborou com a tragédia na Região Serrana do Estado do Rio, arrastando muitas casas ribeirinhas.

Beijos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...