Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Oceano


         Diz-se que, mesmo antes de um rio
         cair no oceano, ele treme de medo.
         Olha para trás, para toda a jornada:
         os cumes, as montanhas,
         o longo caminho sinuoso através das florestas,
         através dos povoados,
         e vê a sua frente um oceano tão vasto
         que entrar nele nada mais é
         do que se perder para sempre.


         Mas não há outra maneira.
         O rio não pode voltar.
         Ninguém pode voltar.
         Voltar é impossível na existência.
         Você pode apenas ir em frente.


         O rio precisa se arriscar e entrar no oceano.
         E somente quando ele entra no oceano
         é que o medo desaparece,
         porque apenas então o rio saberá que
         não se trata de desaparecer no oceano
         Mas tornar-se o oceano.
         Por um lado é desaparecimento
         e por outro lado é renascimento.


         Assim somos nós.
         Voltar é impossível na existência.
         Você pode ir em frente e se arriscar
         Coragem!
         Torne-se o Oceano.


         Osho
Fonte:sementedeluz.com.br
Imagem:google

10 comentários:

Everson Russo disse...

O oceano assim como o amor é profundo, cheio de misterios indecifraveis,,,por isso sedutor,,,,beijos de bom final de semana.

Chica disse...

Grandiosa mensagem...Linda e profunda! beijos e um dia legal!chica

Nanda disse...

Ei Vivian,

Nossa esta parece que foi escrita para mim, tem haver com aquilo que falamos ontem não é? rs. Adorei.

P.S: Sobre o The House of Night como vc não gostou daquela outra Crepúsculo? Não lembro rs. Acho que vc não vai gostar muito desta, é bem infantil o começo da série.

bjoo

lis disse...

Parabéns pela escolha do texto.
Muito bom. Beijos, bom findi.

Paulo Becare Henrique disse...

Texto inspirador e revigorante, Vivian! Já li uma coisa ou outra do Osho, apenas em revistas. Ainda não li nenhum livro dele. Tenho um interesse todo pessoal em filosofias e religiões orientais, sobretudo o budismo da linhagem do zen japonês - ao que me parece, a que tem mais semelhanças com os ensinamentos do Osho.

Paulo Becare Henrique disse...

Ah, já ia me esquecendo: respondi ao seu comentário lá no meu tópico sobre o Lacan!
;)

Paulo Becare Henrique disse...

Ih, Vivian, agora não vamos parar nunca mais, rs! Eu também adoro conversar, especialmente sobre esses assuntos.
;)

Mesmo antes de ser psicólogo e de fazer análise, eu já tinha essa mesma opinião que você: de que todo mundo deveria fazer análise. Não se trata de curar doenças, mas sim de aprendermos a lidar melhor com nós mesmos e nos aprimorarmos como seres humanos. Não tem preço para o ganho de qualidade de vida que se consegue com esse nem processo muitas vezes doloroso.


"Claro que na prática é mais difícil mas ajudou e ajuda muito a impor limites, etc..."
Importantíssima essa conclusão a que você chegou sobre os livros que leu. Muitas vezes as pessoas erram porque levam essa questão para dois extremos: ou desistem da vida prática e da sua própria individualidade e passam a viver cegamente de acordo com o que o livro diz ou, sob o pretexto de que livros e teorias não podem substituir a vida, acabam menosprezando a valiosa ajuda que essas leituras podem oferecer. Portanto, parabéns por ter conseguido encontrar o meio-termo ideal entre estes dois pontos.

Quanto ao Osho, também tenho certas reticências... não tenho muito certeza se todas as práticas que ele ensina são realmente saudáveis - já li uns exercícios de "meditação" bem absurdos, rs. Também estou com você em sua opinião sobre os conceitos budistas. Nunca frequentei, nunca fui budista e nunca pratiquei, mas realmente fico admirado com a sabedoria e o bom senso que sempre vejo em livros, revistas, blogs ou entrevistas com monges e praticantes.

Melhor eu parar por aqui, senão eu não paro nunca e sua paciência acaba!

Ótima sexta-feira pra você também,
Beijos!

Lívia Azzi disse...

Olá Vivian!!

Gostei tanto dessa mensagem que irei usar na primeira reunião com os professores lá na escola.

Vamos seguir em frente!

Um beijo!
;-)

Nos Amando... disse...

Vivian querida
que intenso, toda vez que eu
me sentir sem coragem
vou me lembrar do rio
que vai se tornar oceano.
amei, uma lição
pra mim.
lindo final de semana.bjs

Fernando Antonio Pereira disse...

Olá Vivian!
Ir sempre em frente. Eis a questão!
Nem Rio e nem Oceano, quero ser o encontro dos dois, pois ali é que se desvendam os mistérios e acontecem as trocas de informações.
Abraços de Luz.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...