Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

domingo, 9 de janeiro de 2011

Soneto



             Pálida, à luz da lâmpada sombria,
             Sobre o leito de flores reclinada,
             Como a lua por noite embalsamada,
             Entre as nuvens do amor ela dormia!


             Era a virgem do mar, na escuma fria
             Pela maré das águas embalada;
             Era um anjo entre nuvens d' alvorada
             Que em sonhos se banhava e se esquecia!


             Era mais bela! o seio palpitando...
             Negros olhos as pálpebras abrindo...
             Formas nuas no leito resvalando...


             Não te rias de mim, meu anjo lindo!
             Por ti _ as noites eu velei chorando,
             Por ti _ Nos sonhos morrerei sorrindo!


             Álvares de Azevedo


Fonte:Livro: Discurso de um sonho - e outros poemas_Ed.Martins Fontes
Autores Diversos
Imagem_google

12 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo esse soneto, de uma leitura leve que nos leva a viagem nos sonhos.Beijos.

Isa disse...

Gosto mt de sonetos.
E este é muito bom.
Simples,leve,que se fixa.
Boa semana,querida.
Beijo.
isa.

Chica disse...

Lindo e inspirado soneto...
Tudo de bom nesse domingo e sempre!beijos,chica(vai ser outro dia de fornalha,rsrs)

Everson Russo disse...

Deliciosamente lindo o poema, daqueles que a gente vai lendo e desenhando o cenario...beijos de boa semana pra ti.

Beli disse...

Vivian, eu tenho um amor incontrolável por Alvares de Azevedo! Adoro esse poema! Vc acertou em cheio p mim!!!

bjusss

Boa Semana!

Déya disse...

mui belo querida...

beijo e uma linda semana.

MOISÉS POETA disse...

ah ! Vivian !
Que maravilha encontrar Álvares de Azevedo aqui.
Da segunda geração da era Rômantica da literatura, esse é o poeta que mais admiro.
seus versos são de uma beleza incomparável.

Parabéns pela bela lembrança !

Um beijo !

Samarone Barcellos disse...

Ahh muito bom este soneto do Azevedo. Gosto dele. Feliz 2011, sucesso.

Lívia Azzi disse...

Soneto profundo e encantador!

Beijos, querida Vivian!!

Machado de Carlos disse...

Belíssimo soneto de Álvares de Azevedo. Um encantada escolha! Você tem bom gosto!

Vanessa Souza Moraes disse...

Os sonhos são essa trégua para que tudo esqueçamos.

http://vemcaluisa.blogspot.com/

Paulo Becare Henrique disse...

Soneto lindo de arrepiar.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...