Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

sábado, 26 de fevereiro de 2011

O livro

           
                  Dos diversos instrumentos do homem, o mais assombroso é, indubitavelmente, o livro. Os outros são extensões do seu corpo.O microscópio e o telescópio são extensões da vida; o telefone é o prolongamento da voz; seguem-se o arado e a espada, extensões do seu braço. Mas o livro é outra coisa:o livro é uma extensão da memória e da imaginação.  Em "César e Cleópatra" de Shaw, quando se fala da biblioteca de Alexandria, diz-se que ela é a memória da humanidade.  O livro é isso e também algo mais: a imaginação.  Pois o que é o nosso passado senão uma série de sonhos? Que diferença pode haver recordar sonhos e recordar o passado? Tal é a função que o livros realiza.
                 (...)Se lemos um livro antigo, é como se lêssemos todo o tempo que transcorreu até nós desde o dia em que ele foi escrito. Por isso convém manter o culto do livro. O livro pode estar cheio de coisas erradas, podemos não estar de acordo com as opiniões do autor, mas mesmo assim conserva alguma coisa de sagrado, algo de divino, não para ser objeto de respeito supersticioso, mas para que o abordemos com o desejo de encontrar felicidade, de encontrar sabedoria.


                Jorge Luís Borges, in
                "Ensaio:O Livro"



17 comentários:

Isa disse...

Linda,bom Dia!
Sei que o teu nome é Vivian.Claro que sei...
Mas que queres,acho graça chamar-te assim.
És uma Pessoa linda.Inteligente,atenciosa,delicada.Então arranjei um nome; melhor,um "nome carinhoso" para ti.
Achei engraçado os preparativos para a escola do vosso menino.
São momentos que estão vivos na minha memória e no meu coração.
Muito interessante o texto.
Apesar do computador...amo os livros.
Ler em papel.Cheiro a papel!
Beijo.
isa.

Claúdia Luz disse...

E a mais pura verdade ... o prazer de escrever só pode ser comparado a gerar um filho, geramos nossos pensamentos e sentimentos. Enquanto o fazemos vem a ansiedade,toda mãe quer um filho saudavél e perfeito . Quem escreve quer a mesma coisa.
Não smos seres perfeitos ,nossos filhos e livros ,também não serão.
Um dia cheio de LUZ !!! Beijos !!

VÉU DE MAYA disse...

"Sem música a vida seria um enorme disparate"Nietzsche.
E com livros ela pode tornar-se mais luminosa e completa-sobretudo nas duas faculdades superiores do homem : a imaginação e a memória...texto de excelência de um autor magnífico...Obrigado, Vivian.

Beijinho,

Véu de Maya

Isabelle Câmara disse...

lindos os últimos posts do seu blog... feliz só será a alma que amar... ser... o livro como extensão de nós mesmos... amei. e por isso estou feliz!

Everson Russo disse...

O livro realmente tem o poder de nos fazer viajar longe.....grande beijo de bom sabado pra ti querida.

Antonio José Rodrigues disse...

Simplesmente, Vivian, sem comentário. Beijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Muito bom este texto de Jorge Luís Borges, como todos, adoro.

Deixo um beijinho e agradeço o teu carinho e as lindas palavras que me deixas sempre...és um doce de pessoa.

Sonhadora

flor de jasmim disse...

Vivian
Também eu adoro ler e escrever, principalmente escrever os meus pensamentos, escrever o que sinto no momento, por isso tenho imensos cadernos escritos e que continuo a escrever seja em cadernos seja em guardanapos de papel até em papel higienico eu já escrevi, pois era a única coisa que tinha no momento em que senti necessidade de escrever o que estava a sentir, mas penso que já não se lê tanto presentemente, penso até que a leitura foi um pouco substituida pela net.
Sem amor, sem flores, sem música a vida não faria sentido para mim. Parabéns pelo post. obrigado pela partilha.
Beijinho

Mariz disse...

O livro é como uma extenção de nós, viajamos em suas letras e linhas.

mil beijos querida!

manuel marques disse...

São os livros que nos causam os maiores prazeres e os seres humanos quem nos causa as maiores dores. ~

Beijo.

nacasadorau disse...

Olá Vivian, amiga!

Estou 100% de acordo.
Nada substitui o livro.
Já li romances que viraram filmes, muitos mesmo, mas é sempre frustrante ... o livro sempre supera.

Muito bem escrito este texto, como sempre.

Bejinhos

Evanir disse...

Querida amiga..
Bem que ja se fala..
Um livro aberto é um cerebro que fala.
E fechado um mudo que espera.
Hoje temos o computador mais sou amante de um bom livro .
Um lindo Domingo beijos carinhos ,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

Luiz Neves de Castro disse...

Vivian, o livro sempre será fonte de prazer, de conhecimento e de infinitas possibilidades.
Muito sabiamente, Monteiro Lobato disse: "Um país se faz com homens e livros"
Beijo carinhoso e lembranças aos familiares.

Ira disse...

Oi, minha querida!Vim te avisar que tem selinho te esperando!Bjs e ótimo FDS!
http://ira-espacomulher.blogspot.com

Sid disse...

A vida seria um erro sem a literatura...

Manuel disse...

Jorge Luís Borges é uma referencia para todos, o que nos deixou deve ser como uma Bíblia, pelo encanto e pela sabedoria.
Lembro esta frase que me toca muito:

Parece-me fácil viver sem ódio, coisa que nunca senti, mas viver sem amor acho impossível.

PS
As suas visitas são tão fantásticas e motivadores que só por elas vale a pena continuar.
Muito obrigado

comtextosdavida.com disse...

Que lindo!Ninguém melhor do que Borges para falr do livro.
Gosto de passar por aqui porque encontro coisas belas.

bjs Lais

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...