Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

terça-feira, 1 de março de 2011

A cara do tempo


              Qual é a cara do tempo?
              Que tempo que o tempo tem?
              É cara triste, tormento?
              Cara de sol que já vem?


              É tempo do que agora?
              De buscar caminhos?
              Olhar o céu toda hora,
              Com medo do tal "El Nino"?


              É tempo de plantar flores
              De ganhar asas, voar?
              É tempo de muitas dores,
              Ou é hora de acordar?

              O tempo anda perdido.
              Está depressa demais?
              Ou é um tempo partido,
              Que não volta nunca mais?


              Tempo de curar feridas,
              De semear um sorriso,
              Tempo bravo, de mordida,
              De correr muitos perigos?


              Qual é a cara do tempo?
              Que tempo que o tempo tem?
              Não se recicla com o vento,
              O mal que o homem já fez!


             Anne Lieri


            Obrigada querida Anne, por partilhar!!!
            Quem quiser fazer uma visita é só clicar AQUI!!!  


            ** Com que cara está seu tempo???


            Ofereço selinhos lindos para todos,é só clicar na Sala do Blog!!
            Leve o selinho que gostar mais, ou levem todos!!
            
            

25 comentários:

Isa disse...

Bom Dia,Linda!
Ainda estou...assim assim,mas esforçando-me para arribar.
Com a vossa ajuda ñ é difícil!
Em casa dos meus Pais falava-se mt na "cara do tempo" : o dia está com má cara, dizia-se mt.
Beijo.
isa.

Everson Russo disse...

Lindissimo poema da Anne,,,conheço o blog dela e é maravilhoso,,,uma escolha perfeita,,,o tempo nos é implacavel na vida,,,muitas vezes perdemos tempo,,,outras estamos sem tempo,,e por fim,,,a historia pode ficar incompleta por isso...grande beijo de bom dia pra ti querida.

flor de jasmim disse...

Vivian
Lindo o poema e o blog da Anne, já fui visitar, mas quero amanhã ver com mais tempo, pois hoje não me é possivél. Amiga minha cara hoje está péssima, ficando agora um pouco melhor ao te ler.
Beijinho tem um bom dia

Chica disse...

A Anne sempre arrasando com seus poemas tri bem inspirados ! beijos às duas, lindo MARÇO,chica

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ah,vindo da Anne, só mesmo essas pérolas de poemas. Inteligentíssimo. Essa coisa de tempo é relativo,né? O menino faz o que quer do tempo, jã o homem é escravo do tempo. O importante não é ser dono nem escravo dele. Importante é aproveitar bem , com intensidade o que acontece no momento. Não dar muito valor à quantidade, mas à qualidade do tempo. Conversar mais, cumnprimentar mais, namorar mais,brigar menos,reclamar menos, rezar mais, mesmo com curto espaço de tempo, afinal o dia a dia não nos permite muitas horas de folga. Portanto procurar viver em paz no curto espaço de tempo, andar de mais bom humor, sair às ruas desarmados de arrogância, de prepotência, aceitar mais as pessoas, perdoar mais, enfim... o que vale é a qualidade e não quantidade. Seu blog é muito bom, Vivian. Beijos

Claúdia Luz disse...

Enquanto lia lembrava do tempo da minha infância ... que saudade.

Um lindo dia !!

Eduardo Medeiros disse...

maravilhoso poema!!!

já dizia o sábio que há tempo para tudo debaixo de sol...

beijos

Eliete disse...

Vivian, que lindo poema.Acho que estou como o tempo aqui fora. Às vezes fico escura com alguma preocupação que chega e às vezes torno-me toda azul e canto de alegria.bjs

Nanda disse...

Ei Vivian,

As vezes eu queria uma máquina do tempo, penso tanto nisso e depois penso, já era, não da pra voltar e consertar nada rsrs.

P.S: Eu tbm não gosto da época de 2 grau rsrs, eu era magra, usava um óculos preto enorme e minha avó cortava meu cabelo hauhauhau. Era meio nerd tbm acho rsrs

bjooo

Márcinha Mendonça disse...

tenta pegar agora amiga o selo postei de novo bjus

Vinicius.C disse...

Olá Vivian!

Nossa a cara do tempo... talvez tenha a cara de uma criança, brincando de pião, girando a contra mão a nossa revelia.

Talvez um sr de barba branca, sentado na praça, economizando o sono, deixando que passe e só passe.

Talvez tenha a cara de uma linda mulher, penteando o cabelo na varanda encantando o futuro.

Ou talvez... o tempo tenha a cara do reflexo no espelho, convencendo o dia que ja finda.

Um beijo enorme adorei o texto!

Nos encontramos no Alma.

Joana Neves disse...

Olá miga! Saudadinhas suas... Adorei os poemas que postou:)

Vim deixar um grande bjinho e desejar uma boa semaninha!
Joana Neves
http://joana-neves.blogspot.com

Evanir disse...

Bélissimo poema excelente gosto amiga ,,
ser maquina do tempo é tudo de bom.
Um beijo carinhoso,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

Simples de coração disse...

Oi, Vivian!!!

"tempo, tempo, tempo, mano velho"...
Alguns se utilizam do tempo, outros não têm tempo para nada...
Belo poema da Anne...

Uma boa semana pra vc tb!!
E seu abraço é aceito sim, CLARO!! :D

Ana Gaúcha _Professora disse...

SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

""trazendo na Mala
Bastante Saudade"""

bjsssssssssssssssss

que la vida es breve.

Nilce disse...

Oi Vivian

O tempo é nosso amigo e por vezes nos escraviza.
Aproveitá-lo sempre é o melhor, porque o tempo é único e não volta jamais.

Bjs no coração!

Nilce

Mariz disse...

Boa tarde querida,

Acho q nós fazemos a cara do tempo, conforme o pensamento de cada um.


Ótima escolha!


beijos!

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Olá amiga do meu coração:)
Vim deixar meu carinho e te oferecer o Selinho do "Dia Internacional da Mulher"
Eu vou sair por uns dias volto depois do Carnaval até lá!

Beijoss fica com Deus!

nacasadorau disse...

Olá Vivian!

Irei visitar a autora de tão belo poema que me toca, sobretudo, porque com o ambiente se preocupa.

Beijinhos

Nair Morbeck Sobrinha disse...

olá amei seu blog e estou seguindo..Esse poema então falou-me demais, propício ao meu momento..
Será uma alegria a sua visita aos meus blogs..

http://naimorbeck.blogspot.com/

http://nairmorbeck.blogspot.com/

Majoli disse...

Linda homenagem prestada a nossa querida amiga Anne.
Ela é a doçura em pessoa, seus versos sempre nos invade, e essa poesia "A Cara do Tempo", é maravilhosa.
Amei lê-la aqui.
Beijos querida Vivian.
Tenha uma noite de muita paz.

VÉU DE MAYA disse...

Oi, Vivian!

Poema belo e reflexivo em torno da existencialidade do tempo...
Parabéns à Anne Lieri e a vc por compartilhar.

Beijinho de amizade,

Véu de Maya

Eliete disse...

Querida Vivian, olá! Quero agradecer seu carinho e generosidade em destacar meu blog neste espaço tão lindo , que é o seu. Fico muito orgulhosa por ganhar este presente de você. Pela sua foto e pelo que você diz de você , tenho certeza que seríamos ótimas amigas.beijinhos

Anne Lieri disse...

Vivian,como vc é gentil!Obrigada por postar aqui minha poesia,e agradeço tb a todos que comentaram!Hoje estou respondendo alguns visitantes,mas voltarei para visitar esses amigos tb!Bjs de coração!

Chris Amag disse...

Que poema mais gostoso de se ler!

O ritmo é como o badalar das horas, num compasso envolvente e delicado.

Seu blog é mesmo especial, reúne coisas belas e deliciosas de se ler.

Bjs
Chris

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...