Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

domingo, 27 de março de 2011

O pavão



           Eu considerei a glória de um pavão ostentando o esplendor de suas cores; é um luxo imperial. Mas andei lendo livros, e descobri que aquelas cores todas não existem na pena do pavão. Não há pigmentos. O que há são são minúsculas bolhas d'água em que a luz se fragmenta, como em um prisma. O pavão é um arco-íris de plumas.
          Eu considerei que este é o luxo do grande artista, atingir o máximo de matizes com o mínimo de elementos. De água e luz ele faz o esplendor; seu grande mistério é a simplicidade.
         Considerei, por fim, que assim é o amor, oh! minha amada; de tudo que ele suscita e esplende e estremece e delira em mim, existem apenas meus olhos recebendo a luz do teu olhar. Ele me cobre de glórias e me faz magnífico.


           Rubem Braga, 
           Rio, novembro,1958
Fonte:releituras.com

20 comentários:

Isa disse...

Bom Dia!
Feliz Dia do Teatro!
A plumagem do pavão sempre me fascinou.Às vezes é enganadora...
Em relação ao texto quando se ama
sentimos o reflexo do outro no nosso
olhar.E vice versa.
Beijo.
isa.

Sérgio Cazu disse...

Oi Vivian,

Não tinha reparado na tamanha beleza do pavão, fico contente em ler.

Obrigado por compartilhar, ótimo domingo.

Aquele abraço!

Claúdia Luz disse...

Bom dia LINDA !!


Difícil mesmo compreender essas beleza ... Tão simples .

Criamos tantas regras para amar, imaginamos as vezes sonhos impossíveis ... bastava só amar .

Um dia cheio de flores !!!
Espero que goste da estória do meu segundo principe !

Beijos !!

Everson Russo disse...

É na beleza das cores,,,do brilho do olhar que percebemos o amor...grande beijo de bom domingo e uma bela semana pra ti querida.

Runa disse...

Belo texto. Obrigado pela partilha.

Bom fds

Runa

ValCruz disse...

Oi Vivian! Tudo bem minha flor? Bonito texto.

Linda, bom domingo pra vc e seus amores e uma excelente semana!!

Fique com Deus!!

chica disse...

Que lindo isso e muito interessante.Bela postagem,Vivian! um beijos,linda nova semana,chica

Evanir disse...

A voce um abraço nesse lindo Domingo
desejo seja que ele muito feliz .
Obrigada por seguir meu meu blog
ofereço minha amizade pois não existe riqueza maior que uma Amizade Sincera
Um feliz Domingo beijos no coração,Evanir.

http://.aviagem1.blogspot.com/
Minha amiga querida.
Meu anjo Everson me ajuda sim mais toda ajuta é Bem Vinda.
Eu amo seu blog é realmete uma doçura.Eu sobrevivo com a ajuda de amigas também .
Querida muito fazer um banner .
evanir_garcia@hotmail.com
me diga se pode fazer?

Lis disse...

É o amor Vivian o amor que nunca passará.
Lindo poema.
boa semana
deixo abraços e minha admiração

Manuel disse...

Li com interesse e tomo como uma metáfora dizer que a cor das penas do pavão são reflexos do Sol em minúsculas gotas de água.
Se eu vir o pavão num dia de Inverno, onde o Sol prima pela ausência, continuo a ficar deslumbrado com a maravilhosa tela que me é apresentada.
Eu. às vezes, sou mesmo do contra.

Paulo Francisco disse...

As penas do pavão vão sempre refletir as cores do amor.
Um bom começo de semana, Vivian.
Um beijo grande.

Márcinha Mendonça disse...

Oi minha flor passando pra desejar uma semana iluminada e abençoada para ti e toda sua familia, beijos grandes e doces pra ti, gosto mto de ti

Néia disse...

Oi querida Viviam...
às vezes amar é tão simples e delicioso quando admirar a beleza das cores do pavão.Lindo texto como sempre...

Fernando Imaregna disse...

Oi Vivian...

Passando para deixar um beijo carinhoso e desejar que tua semana seja abençoada...

Adoro o site Releituras...estou por lá sempre garimpando textos...esse do Rubem é divino, como as plumagens do pavão...

Cuide-se...Inté mais

VÉU DE MAYA disse...

Oi Vivian!

O jogo de cores no pavão é espectacular, embora tenha parte de ilusão óptica...E na paixão amorosa o poder das ilusões vitais tb é sedutor e cativante.
abraço carinhoso.

Véu de Maya

Chris Amag disse...

OLÁ, vim aqui conhecer o seu cantinho e fiquei curiosa com o seu post... A comparação que o poeta fez foi belíssima, mas será isso mesmo verdade, sobre a pigmnentação da plumagem do pavão?

Bjs
Chris

Maria Marluce disse...

Creio que todos nós temos um pouco de fascínio com a plumagem do pavão. Acho também que o poeta tem razão.

Nilce disse...

Oi Vivian

Lindo texto e comparação.
Beleza com simplicidade que encanta e causa fascínio, assim como o amor.
Para ele há maior beleza e brilho no simples que pode ser apenas um olhar.

Bjs no coração!

Nilce

João disse...

chega a ser um mistério pra mim
todas as cores e charme extravasado
abrçs João;

Erica Ingrid Gaião disse...

Vivian,

Há sofisticação possível e imensurável também na simplicidade. Talvez seja a melhor de todas elas...

Ótimo esse texto que você escolheu. Aliás, adoro suas escolhas literárias.


Beijos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...