Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Modo de Ser

                                    


                                    Não sinto fome de amor
                                    Daquele desejo insano
                                    Que busca nos desenganos
                                    Sua fonte de prazer



                                    Minh'alma busca o silêncio
                                    Que fala aos olhos
                                    Que encontra amparo
                                    No abraço amigo
                                    No beijo doce
                                    Na conversa despretensiosa
                                    E colorida
                                    Que tira o preto e branco
                                    Da vida





                                   Não sinto  necessidade

                                   De vozes, que sem vontade,
                                   Presente se fazem.
                                   Não têm o calor real
                                   Não atentam contra o mal
                                   E pensam que a amizade
                                   Reside no social.

                                   Meus ouvidos apreciam
                                   Os sons musicais
                                   Das palavras que trazem alegrias
                                   E sorrisos.
                                   Têm aguçado senso crítico
                                   Pra fofocas e tolices
                                   E faz opção, ainda que pela mesmice
                                   Da tranquilidade,
                                   Eis que ela traz a paz,  já conhecida,
                                   E a ausência de inimigos
                                   Do tipo que só nos sugam
                                   Como vampiros


                                   Não sinto falta de ter
                                   O ser já me satisfaz
                                   E é ele que aperfeiçôo
                                   É a ele que me dôo,
                                   Na busca do bem estar.
                                   É ele que ilumino
                                   Fugindo do desatino
                                   E da ilusão do desconexo,
                                   É ele que quer harmonia
                                   É ele que quer sentido
                                   É ele que ama o amigo
                                   E que se entrega ao amor,
                                   Aquele que vem sem dor e sem maldade,
                                   Sem ansiedade,
                                   Mas com a verdade.


                                   Dessa, sim, eu sinto falta
                                   Sua ausência leva o brilho
                                   Da existência
                                   Destrói qualquer convivência
                                   E alimentando tormentos
                                   Vai minando os sentimentos



                                       (Marilene)
                                        do blogMomentos Fragmentados

**Obrigada pelo empréstimo Marilene! Quem ainda não conhece recomendo uma visita! É só clicar no nome do blog !

30 comentários:

✿ chica disse...

Eu comecei a ler e logo percebi o estilo da querida Marilene e seu jeito lindo de poetar.

LINDO! beijos às duas e um ótimo dia!chica

Lúcia Soares disse...

oi Vivian bom dia
tudo de bom para você neste lindo dia bjs

Paulo Francisco disse...

Bom dia Vivian.
O poema é ótimo.
Um beijom grande

Everson Russo disse...

Um sereno amar de sentir falta,,,de desejar sempre mais um pouco, do querer cuidar,,,estar perto,,,sonhar acordado,,,ouvir o silencio da alma...beijos querida e um dia lindo pra ti,,,olha, hoje tá quente, mas ontem fez frio aqui,,,ontem a noite chegou a 16,,,,tá é tudo doido...rs..rs...beijos.

Sônia Amorim disse...

Parabéns a marilene, realmente um texto lindo e me identifiquei nele, e um lindo dia para você! beijos

Eduardo Medeiros disse...

oi amiguinha, tudo bem? como vão as coisas?

primeiro deixa eu te falar: como o meu blog olhar o tempo estava dando muito problemas pois foi infectado com malwares e estava dando problemas em outros blogs amigos, resolvi deletá-lo.

vou ficar um pouco sem postar, mas depois faço outro blog e te aviso, ok?

sobre o poema, ele é lindo, profundo e tem coragem de dizer coisas que realmente valem a pena viver, pois muitas coisas, como diz a autora,

"Não têm o calor real"

valeu, beijos

Cacá - José Cláudio disse...

O modo de ser da Marilene me encanta. E não podia ser diferente com sua poesia. Bela, bela! Um abraço, Vivian. paz e bem.

Nanda disse...

Ei Vivia, bom dia. ^^

Que poesia linda, me identifiquei muito com o texto, também sou meio assim, sinto falto do silêncio e tbm não sinto necessidade de vozes vazias.

bjos
Nanda

Meire disse...

Adoro o jeito que a Mari escreve. Ela é demais Vivian! E o mundo está clamando por pessoas verdadeiras.

Linda terça pra ti querida :)
bjokitas recheadas de afeto.

Anne Lieri disse...

Mas que beleza de poesia da Marilene!Eu me vi demais nessa poesia tb!Linda,parabéns as duas!bjs,

Flor de Lótus disse...

Bom dia,Vivian!Que lindo!É disso que precisamos um pouco mais de poesia em nossas vidas.
Beijosss

Calu disse...

Vivian, que escolha perfeita!!Mais uma, aliás.
Mari disse com exatidão tudo que nos corroe o coração na ausência da verdade e na presença de fingimentos.
Maravilhosa tríade:poesia da Marilene na Vivian.Amei!
Bjos às duas.
Calu

Vera Lúcia disse...

Olá Vivian,
Sabia que você iria postar este poema da Marilene hoje e vim conferir e parabenizar você pela bela escolha.
A Marilene é muito talentosa e admiro a capacidade que ela tem para se expressar tanto em prosa quanto em versos.
Vou deixar aqui o comentário que fiz no blog dela acerca deste poema:

Este modo de ser é exatamente aquele que admiro e idealizo. Baseado em verdades e na simplicidade dos valores reais da vida.
Amei o poema. Deveras encantador, não só pela forma, mas também pelo conteúdo.

Tenha um ótimo dia, Vivian.
Beijos.

Luna Sanchez disse...

Nem sempre sabemos o que queremos, né, Vivian? É natural. Mas sabermos o que não queremos já é mais de meio caminho andado.

;)

Ótimo post.

Beijo grande!

MARILENE disse...

Vivian,
Conheço a autora (rss) e ela admira muito você.
Fiquei grata e feliz em ver meu poema em seu post. Há presentes tão valiosos, que só quem os recebe pode mensurar sua importância.
Obrigada!!!!

Bjs.

Élys disse...

Um bonito poema e você fez muito bem em compartilhá-lo conosco.
Beijos.

★Isa Mar disse...

Lindo poema da Marilene, infinitos modos de ser...
Beijos Vivian, linda tarde!

Aleatoriamente disse...

Olá Vivian.
Estava lendo a Marilene e pensando: como essa moça querida escreve com a alma!
Amei lê-la.
Amei teu gesto lindo.

Beijinho as duas queridas.

Machado de Carlos disse...

Nem sempre a busca por prazeres carnais satisfazem e nem é tudo. Não raro, os prazeres carnais vêm da busca dos resultados hormonais do corpo.
O mais importante é a união do momento espiritual com o corporal, isto é quando o amor consegue unir as emoções, conseguindo de essa forma unir as emoções dos hormonais quando se afloram!
É o amor chegando ao seu estado absoluto!
As mentes se unem como um coro.

Tudo de bom para você, Viviam!

Uma boa Tarde!

Flor de Jasmim disse...

Vivian
Um amar sereno. Belissimo poema.
Parabens às duas.
Beijinho

Roberto Vasco disse...

Vívian,O poema é muito bonito, verdadeiro e profundo que voce postou. Parabens pela qualidade das matérias que posta e pelo público selecionado que atrai.

Roberto Vasco,27/09/2011
robertovasco@hotmail.com

Brown Eyes disse...

Vivian espero que a menina esteja já restabelecida. No fim de semana para mim é difícil vir à net, de vez em quando dou uma fugidinha rápida, segunda feira é o dia de me restabelecer porque de domingo para segunda mal durmo, começo a viajar às 4,30 da manhã,terça começo a dar uma vista de olhos nos blogs. Li o teu comentário e li o que escreveste no teu blog daí saber que este último fim de semana foi duro para ti porque a tua filhota esteve doente. Para uma Mãe são momentos difíceis. Um beijinho para ela.
Os versos que escolheste são uma filosofia de vida. Entre tudo que dizem destaco o facto de ressaltar a importância do Ser. Pena que haja tanta gente que dê importância ao ter, esse fica cá quando partirmos e nunca será uma mais valia para o nosso ser, ao contrário do que pensam. A amizade não reside no social e ninguém pense ser importante porque conhece muita gente. A importância que temos mede-se pelas nossas atitudes, pela maneira como compreendemos os outros, como defendemos os inocentes. Beijinhos para ti e para a menina. Não te esqueces de lho dar, não? :)

ValériaC disse...

Oi minha querida...estava começando a ler e logo percebi que conhecia este belíssimo poema da nossa amiga Marilene...fez muito bem de colocar por aqui...é maravilhoso mesmo...
Beijinhos às duas...
Doce noite amiga...
Valéria

Gleyce K disse...

Que lindo poema.

http://mundofashionfemenino.blogspot.com/

Beijinhos!!!

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Vivian.

Que maravilha... Parabéns para a Marilene e para você, que nos ofereceu.

Que Deus a ilumine.
Beijos.

Toninhobira disse...

Que coisa mais vasta e linda.O mais belo querer que ja li nesta blogosfera.Nos remete ao amago da vida.Eu tambem não sberia me entender ser ela, a dona verdade.
Lindo demais Vivian, voce foi feliz nesta escolha.
Vou lá ver esta fonte de beleza poetica e reflexiva.
Uma bela noite.
Muita paz no lar.
Meu abraço amiga.
Bju.

Marieta disse...

Querida Vivian,
Espero que tua filha já esteja restabelecida.
Lindo poema, ótima escolha.
Obrigada por tua visita ao meu blog, sinto-me incentivada a continuar.
Um beijo com carinho

Carla Fernanda disse...

Lindo Vivian!
Também sou assim, sinto falta do que tem valor e é....como sou....e está como estou...
Beijos querida!!
Carla

Van disse...

Li este poema lá e amei.

Acho que ele combina com você Vivian, te acho verdadeira e coerente.

Um beijo!

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom alvorecer !
Depois que o bicho(vírus) se instalou no meu blog,me fechei e só hj que estou abrindo com uma postagem linda e emocionante.
Te convido a ir lá,depois passarei por aqui para fazer meu comentário...Tenha um dia fenomenal e de muita luz...
Grata pela amizade...Particularmente estava com saudades de viajar nesse universo,junto com vcs...por amar demais(sonhadora)todos.
Bjs para aquecer teu dia!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...