Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

sábado, 21 de maio de 2011

Casa-te


           Fico triste quando não te vejo.Casa-te, por que não? E vem viver comigo.Eu te farei tão feliz quanto possa.Não precisarás trabalhar muito; e, quando estiveres cansada, poderás recostar em meu colo e eu cantarei para que descances...Tocarei para ti uma melodia ao violino quantas vezes me pedires e tão bem quanto eu possa; e largarei de fumar, se o quiseres...Creio que eu sempre seria bom para ti, porque te amo muito.Não te farei trazer água e madeira, nem alimentar o porco, nem ordenhar a vaca, nem ir aos vizinhos pedir leite emprestado.Queres te casar?

          Carta de um pretendente Norte-Americano, Século XIX

Fonte:Livro: A Linguagem do Amor-Editado por Sheila Pickles
Pág: 36

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Não podemos permitir que nossa mente:


- Se acomode à ignorância e ao sofrimento;
- Absorva o egoísmo e os abusos de poder;
- Se acomode à escassez e ao sofrimento;
- Suporte perdas e prejuízos;
- Desanime diante dos obstáculos, julgando-os
   intransponíveis;
- Se torne indiferente à desonestidade e à falta de ética;
- Ignore exclusões  e diferenças sociais;
- Se torne indiferente às transgressões e às injustiças;
- Duvide das possibilidades de um futuro melhor.




Içami Tiba


Fonte:Livro:Educar para Formar Vencedores-Içami Tiba
Ed.Integrare


       **Tem conto novo no meu outro blog! Passa lá?? Obrigada!
Clic aqui:floresnojardimdavida.blogspot.com

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Elevação


Por cima dos paúes, das montanhas agrestes, 
Dos rudes alcantis, das nuvens e do mar, 
Muito acima do sol, muito acima do ar, 
Para além do confim dos páramos celestes, 

Paira o espírito meu com toda a agilidade, 
Como um bom nadador, que na água sente gozo, 
As penas a agitar, gazil, voluptuoso, 
Através das regiões da etérea imensidade. 

Eleva o vôo teu longe das montureiras, 
Vai-te purificar no éter superior, 
E bebe, como um puro e sagrado licor, 
A alvinitente luz das límpidas clareiras! 

Neste bisonho dai' de mágoas horrorosas, 
Em que o fastio e a dor perseguem o mortal, 
Feliz de quem puder, numa ascensão ideal, 
Atingir as mansões ridentes, luminosas! 

De quem, pela manhã, andorinha veloz, 
Aos domínios do céu o pensamento erguer, 
— Que paire sobre a vida, e saiba compreender 
A linguagem da flor e das coisas sem voz! 

Charles Baudelaire, in "As Flores do Mal" 
Tradução de Delfim Guimarães 
Fonte:citador.pt

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Voar


                        Após ter sentido o gosto de voar, 
                você há de andar para sempre na terra 
                     com os olhos voltados para o céu,
                              pois esteve lá, e, para lá, 
                          sempre há de desejar voltar.


                                  Leonardo da Vinci


Fonte:Livro:Firelight- Shophie Jordan
Ed.AGIR


**Tem post novo no meu outro blog! Passe por lá!
Clic aqui:floresnojardimdavida.blogspot.com

terça-feira, 17 de maio de 2011

Pais e Filhos


           Existe, neste mundo globalizado, uma "revolução silenciosa", que vem atravessando as últimas gerações, e não é nada boa. Antes que assuma proporções irreversíveis, ela exige nossa atenção: os pais não estão conseguindo educar seus filhos.Filhos crescem com cuidados materiais, boas escolas, mas sem os mesmos cuidados na formação de valores pessoais, relacionais, profissionais e sociais. É um crescimento a esmo, conforme vontades e caprichos desses filhos, e não uma educação afinada para formar cidadãos com ética e cidadania.


         Içami Tiba


Fonte: Livro: Educar para Formar Vencedores-Içami Tiba
Ed. Integrare


      **Vamos fazer a nossa parte ensinando valores e ética aos nossos filhos.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Os Homens e as Coisas


Quem conhece o solo e o subsolo da vida,sabe muito bem que um trecho de muro, um banco,um tapete, um guarda-chuva, são ricos de idéias ou de sentimentos, quando nós também o somos, e que as reflexões de parceria entre os homens e as coisas compõem um dos mais interessantes fenômenos da terra.Machado de Assis,in "Quincas Borba"Fonte:citador.pt**Bom dia, amigos!! Tem post novo no outro blog! Um conto: O Piquenique.Para fazer uma visita clic aqui:floresnojardimdavida.blogspot.com !! Obrigada!

domingo, 15 de maio de 2011

Meus Olhos Vêem Melhor se os Vou Fechando

Meus olhos vêem melhor se os vou fechando. 
Viram coisas de dia e foi em vão, 
mas quando durmo, em sonhos te fitando, 
são escura luz que luz na escuridão. 
Tu cuja sombra faz a sombra clara, 
como em forma de sombras assombravas 
ledo o claro dia em luz mais rara, 
se em sombra a olhos sem visão brilhavas! 
Que benção a meus olhos fora feita 
vendo-te à viva luz do dia bem, 
se a tua sombra em trevas imperfeita 
a olhos sem visão no sono vem! 
    Vejo os dias quais noites não te vendo, 
    e as noites dias claros sonhos tendo. 

William Shakespeare, in "Sonetos (43)"

Fonte:citador.pt

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...