Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

sábado, 4 de junho de 2011

Um presente do Machado : Utopia


A estrela brilhou:- era o sinal;
superam-se mil marcas de afasia!
No vídeo palpitava a luz do dia,
e, fora reinava um vendaval!...

Acordei de um sonho magistral:
meu nome na pedra era fantasia.
A pedra viajou com a ventania;
só resta solidão e sem final.

Houve gritos:mistura de prazer!...
A rubrica selava um viver...
Eles morriam: - vã felicidade!

Ó Lua! senhora dos aflitos;
escutai os rumores destes gritos
e mata o desvelo desta saudade!...

Machado de Carlos blog:machadodekarlos.blogspot.com

**Obrigada Machado, por deixar seu belo soneto no comentário de quinta,pela coincidência  do título !





sexta-feira, 3 de junho de 2011

A Biblioteca


Chegada a noite, volto a casa e entro no meu escritório; e, na porta, dispo a roupa quotidiana, cheia de lama e de lodo, e visto trajes reais e solenes; e, vestido assim decentemente, entro nas antigas cortes dos homens antigos, onde, recebido amavelmente por eles, me alimento da comida que é só minha, e para a qual nasci; onde eu não me envergonho de falar com eles e de perguntar-lhes as razões das suas acções. E eles com a sua bondade respondem-me; e, durante quatro horas, não sinto tédio nenhum, esqueço-me de toda a ansiedade, não temo a pobreza, nem a morte me assusta: transfiro para eles todo o meu ser. 

Nicolo Maquiavel, in "Carta a Francesco Vettori"
Fonte:citador.pt**Bom dia,Amigos!!! Tem post novo no outro blog!Conto com vocês! Obrigada!Clic aqui: floresnojardimdavida.blogspot.com 


quinta-feira, 2 de junho de 2011

Utopia



Sim
Ninguém acreditava
Éramos chamados de loucos
Sonhadores
O que queríamos era utopia
Não havia razões de lutar
Nem motivos para esperar
Todos duvidavam
Mas aconteceu
Bem como eu imaginava
Eu e os que acreditavam comigo
Vimos e vivemos o momento
Que aconteceu porque acreditamos nele
Justamente por nunca ter desistido
Única e exclusivamente
Por nossa fidelidade ao sonho
E brindamos


Sim, eu estava lá
E vi


Alexandre Spinelli


Fonte:Livro: Você já escutou o silêncio?-Alexandre Spinelli
Edições Dubolsinho

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Para refletir...



              "Tentar vários destinos e não seguir nenhum é perseguir loucamente o fracasso com a obstinação dos ingênuos."
            
               "Não me habituei com fracassos, que considerei incômodo, reagi e venci, contra os prognósticos dos vencidos, cujo maior sofrimento é perder um possível colega." 


                Bernard Shaw_ Maxims for Revolucionist


*Bom dia,amigos!! Tem post novo o outro blog!
Conto com sua visita!Obrigada.
Clic aqui:floresnojardimdavida.blogspot.com 

terça-feira, 31 de maio de 2011

Janela do Sonho


Abri as janelas
que havia dentro de ti
e entrei abandonado
nos teus braços generosos.


Senti dentro de mim
o tempo a criar silêncio
para te beber altiva e plena.


Mil vezes
repeti teu nome,
mil vezes
de forma aveludada
e era a chave
que se expunha
e fecundava dentro de mim.


Já não se sonha
deixei de sonhar,
o sonho é poeira dos tempos
é a voz da extensão
é a voz da pureza
que dardejava na nossa doçura.


Quando abri tuas  janelas
e despi teus braços
perdi a vaidade
e a pressa,
amei a partida
e em silêncio abri,
(sem saber que abria)
uma noite úmida
em combustão secreta
desmaiado no teu ombro
de afrodite.


Carlos Melo Santos, in "Lavra de Amor"


Fonte:citador.pt



segunda-feira, 30 de maio de 2011

Controlar a Ansiedade

           

           Quando receamos algum mal, próprio fato de o recearmos atormenta-nos enquanto o aguardamos:teme-se vir a sofrer alguma coisa e sofre-se com o medo que se sente! Tal como nas doenças físicas há certos sintomas que pressagiam a moléstia- incapacidade de movimento, lassidão completa mesmo quando não faz nenhum esforço, sonolência, calafrios por todo o corpo-, também um espírito débil se sente abalado, mesmo antes de qualquer mal se abater sobre ele:como que adivinha o mal futuro, e deixa-se vencer antes do tempo.Há coisa mais insensata do que nos angustiarmos com o futuro em vez de deixarmos chegar a hora da aflição, e atrairmos sobre nós todo um cúmulo de tormentos? Quando não é possível livrarmo-nos por completo da angústia, pelo menos adiemo-la tanto quanto pudemos. Queres ver como é verdade que ninguém deve atormentar-se com o futuro?
Imagina um homem a quem tenha sido dito que depois dos cinquenta anos será submetido a graves suplícios: ele permanece imperturbável enquanto não passa a metade desse espaço de tempo, altura em que começa a aproximar-se da angústia prometida para a segunda metade da sua vida.Por um processo semelhante sucede também que certos espíritos doentes sempre em busca de motivos para sofrer se deixam tomar de tristeza por fatos já remotos e esquecidos. A verdade é que nem o passado nem o futuro estão presentes, pelo que não podemos sentir qualquer deles. Ora a dor somente pode resultar de algo que se sente!
                   
                    Séneca,in "Cartas a Lucílio"
Fonte:citador.pt

 **Bom dia Amigos!! Tem post novo no outro blog.
Obrigada!!

domingo, 29 de maio de 2011

Nostalgia



Talvez seja tristeza ou solidão... 

Ou sonho perdido no tempo...

Longo invisível e angustiado...

Triste, oculto e torturado...

Sino que tange escondido...

Num pensamento dormente...

Amargurado e esquecido...

Ser outro.... ser alguém...

Acordar num tempo longínquo

...Numa metamorfose 

...leve, flutuando...

Despertar da penumbra... 

Como se a sombra fosse luz...

Partir em suave prazer... 

...Morrer devagar...

...Como se não fosse.


Manuel 
Do blog navoltadotempo.blogspot.com


*Obrigada Manuel  por esta belíssima partilha!! Que os momentos de nostalgia sejam curtos, e venham dias mais felizes, repleto de luz!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...