Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O velho e seu neto

          Era uma vez um velho muito velho,quase cego e surdo, com os joelhos tremendo.Quando se sentava à mesa para comer,mal conseguia segurar a colher. Derramava sopa na toalha e , quando, afinal, acertava a boca, deixava sempre cair um bocado pelos cantos.
      O filho e a nora dele achavam que era uma porcaria e ficavam com nojo. Finalmente, acabaram fazendo o velho se sentar num canto atrás do fogão.Levavam comida para ele numa tigela de barro e -o que era pior-nem lhe davam bastante.
          O velho olhava para a mesa com os olhos compridos, muitas vezes cheios de lágrimas.
       Um dia, suas mãos tremeram tanto que ele deixou a tigela cair no chão e ela quebrou. A mulher ralhou com ele,  que não disse nada, só suspirou.
          Depois ela comprou uma gamela de madeira bem baratinha e era aí que ele tinha que comer.
        Um dia, quando estavam todos sentados na cozinha, o neto do velho, que era um menino de quatro anos,estava brincando com uns pedaços de pau.
          _ O que é que você está fazendo?-perguntou o pai.
          O menino respondeu:
          _ Estou fazendo um cocho, para papai e mamãe poderem comer quando eu crescer.
    O marido e a mulher se olharam durante algum tempo e caíram no choro. Depois disso,trouxeram o avô de volta para a mesa.Desde então passaram a comer juntos e ,mesmo quando o velho derramava alguma coisa, ninguém dizia nada.

Irmãos Grimm-Tradução de Ana Maria Machado

O Livro das Virtudes-Compaixão-Pág.102
**Bom final de semana amigos!!!Bom carnaval para quem gosta e bom descanso para os que preferem a tranquilidade!!!!Beijos!Até segunda!!!!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Um desabafo, uma reflexão, uma informação!!!

                        Porque na atualidade,o que dá audiência é a tragédia?Que busca é essa de se fixar nas dores alheias? Sem contar que na maioria das vezes sem intenção alguma de auxiliar, e sim para servir de combustível de fofoca!

Com tantas coisas belas no mundo, porque voltar os olhos para o pior?Claro que o mundo não é um mar de rosas, mas também existem coisas boas, assim como as ruins.

                 Mas as noticias que mostram aqueles que fazem a diferença, merecem só uma notinha nos jornais e telejornais,(isso quando noticiadas) enquanto as outras ganham destaque!!!
Quanto mais trágico melhor!!!Porque dar audiência a estes telejornais que dão notícias aos gritos, se fazendo de jure e juíz????

              Vamos dar a atenção que as notícias merecem, sem exageros!

Existem tantas coisas importantes acontecendo, só ficamos sabendo por acaso.Pessoas que acreditaram em seus sonhos e não desistiram. Que buscaram fazer a diferença, e mudaram o mundo a sua volta.
Coisas ruins acontecem, mas vamos aprender com elas.

Vamos incentivar e divulgar o bem, a cultura!!! Talvez o pouco que fizermos pode ser muito para alguém!!

Eu ando indignada com a falta de qualidade da tv brasileira.Tenho vergonha do que é sucesso hoje em dia.Não assito mais a tv, por aqui só desenhos para as crianças(e com triagem...).
Vivian Fernandes.


Conheci a história incrível da  Nise da Silveira:

Uma Lição de HUMANIDADE

"Nise da Silveira uma das primeiras mulheres a se formarem em medicina no país(na Faculdade de Medicina da Bahia),enfrentando o preconceito da época(1926!!), no ano seguinte a formatura migrou para o Rio de Janeiro com o marido e sanitarista  Mário Magalhães da Silveira.Pelo preconceito e as raras vagas disponíveis para mulheres, necessitou  primeiro trabalhar de enfermeira antes de conseguir,em 1933, um estágio na clínica neurológica de Antônio Austregésio.Neste mesmo ano, foi aprovada  no Concurso Federal para psiquiatras,começando a trabalhar no Serviço a Psicopátas e Profilaxia Mental do Hospital da Praia Vermelha, rebatizado décadas depois como Hospital Pinel.

O contado direto com os médotos agressivos usados nos hospitais psiquiátricos e o apoio do circuito acadêmico a esses tratamentos decepcionaram a jovem médica, que se rebelou contra tais práticas.
Em 1936 durante o governo do Getúlio Vargas,foi presa.Pela denúncia de ler um livro comunista.Ficou um ano e meio e sofreu tanto na cadeia que , ao sair, passou os sete anos seguintes à sombra do marido.

Após este hiato e já reintegrada no serviço público passou a atuar no Centro Psiquiátrico Nacional Pedro II .Todavia, foi rebaixada ao cargo de terapeuta ocupacional,visto, pela equipe médica como uma função inferior.Sem se abater, disse o "não" definitivo aos eletrochoques e a todos os procedimentos violentos praticados contra os doentes.Adotou a arte como médoto alternativo de tratamento e implantou no hospital o espaço que chamava de "Ilha do Amor", com ateliês de pintura,desenho,modelagem e oficinas de jardinagem, bordado, dança e teatro. Nise da Silveira é reconhecida igualmente por ter introduzido e divulgado no Brasil a piscologia analítica desenvolvida po Carl Gustav Jung(1875-1961).Profunda admiradora do psiquiatra suíço, ela foi convidada por ele a expor obras de seus pacientes durante o 2° Congresso Internacional de Psiquiatria, realizado em 1957 em Zurique.
Nise ainda estudou no Instituto Carl Gustav Jung de 1957 a 1958, e de 1961 a 1962, além de fundar em solo brasileiro o Grupo de Estudos C.G.Jung.
Neste mês em que compeltaria 107 anos, e 13 anos a´pos sua morte tem sua história reagatada em um espetáculo teatral e, em breve, será vista nos cinemas em filme protagonizado po Glória Pires"
 
 Trecho da matéria escrita por Giulia Smania, parte da Revista da Cultura(da Livraria Cultura)edição55- Fevereiro de 2012.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A presença divina em cada um de nós

Ele está no meu mais íntimo, e é
aquele que desperta o meu ser com os seus
toques profundos e escondidos


Ele é quem põe o seu encanto em
meus olhos e alegremente pulsa as cordas
do meu coração em cadências variadas de
prazer e pesar.
Ele é quem tece a tela dessa ilusão em
vaporosos matizes de ouro e prata,azul e
verde, deixando aparecer entre as dobras
os seus pés, em contato com os quais eu
esqueço a mim mesmo.
Passam-se dias, os anos se esvaem, e é
sempre ele quem move o meu coração com
mil nomes e disfarces, em muitos êxtases de
alegria e tristeza.


(Rabindranath Tagore- Gitanjali. 1991, p. 72)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Virtude

                        Virtude é a beleza de uma pessoa. É o que a torna adorável e única. É a cor, a forma, o design da personalidade. Sua mais pura expressão é revelada no olhar, no agir, no falar. Tudo aquilo que estiver próximo a ela estará preenchido de qualidade. A virtude brilha de dentro para fora tocando tudo que encontra: as células, o corpo, o meio ambiente, a fibra do planeta. Preenche o que está vazio, cura o que está doente, acomoda o que perturba.

Brahma Kumaris
 *Vamos cultivar as virtudes que existem em nós?!

  **Perdoe minha indiscrição, mas qual livro você está lendo agora?
Qual seu gênero preferido?

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O tempo é apenas...


                       "O tempo é apenas o rio em que vou pescando. Bebo nele, mas ao beber vejo-lhe o leito de areia e percebo quão raso é. A fina corrente logo se esvai, mas a eternidade permanece. Gostaria de beber mais fundo e de pescar no céu, em cujo leito os seixos são estrelas. Não consigo contá-las. Ignoro a primeira letra do alfabeto.Tenho lamentado sempre não ser tão sábio como no dia em que nasci. A inteligência é um cutelo que penetrae corta caminho adentro o segredo das coisas. Não desejo ocupar minhas mãos mais do que o necessário.Minha cabeça é mãos e pés. Sinto que minhas melhores faculdades aí se concentram. O instinto me diz que a cabeça é um órgão para escavação, feito o focinho e as patas de certos bichos, e com a qual gostaria de explorar e cavar meu caminho através desses morros. Penso que o filão mais rico está por aí nas redondezas, e assim avalio por meio da varinha de condão e dos finos eflúvios que se levantam."

Henry David Thoreau
 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...