Já comprou seu livro hoje? Clic aqui!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Filosofando...

                         "Montaigne, sustentava que nosso constante empenho pela aprovação dos outros resulta na maior barreira para nossa paz de espírito. É preciso livrar-se das garras da opinião alheia para não acabarmos corrompidos: ao nos preocuparmos com o julgamento dos outros, tendemos a imitá-los ou a odiá-los; o que sempre redunda em perturbação."

"Interiorizar-se, duvidar e entrar em contato com outros pontos de vista são as recomendações do filósofo francês para uma boa formação."

Michel Eyquem de Montaigne nasceu em 1533 em Bordeaux. Foi educado em casa, até os 6 anos de idade falava e entendia apenas latim. Formou-se em direito e imediatamente ingressou na Magistratura. Foi um político, filosofo, escritor e ensaísta, considerado por muitos como o inventor do ensaio pessoal. Nas suas obras e, mais especificamente nos seus "Ensaios", analisou as instituições, as opiniões e os costumes, debruçando-se sobre os dogmas da sua época e tomando a generalidade da humanidade como objeto de estudo. É considerado um ético e humanista.

31 comentários:

Lis Fernandes disse...

Olá, mana!

Ótimo pensamento.
Ficar à margem da opinião dos outros é pura perda de tempo. Dar importância demasiada a isso é mais que perda de tempo, é burrice. Cada um vive da maneira que melhor lhe convêm.
Beijos, lindo dia!!!

isa disse...

Bom dia,querida.
Estava certo Montaigne.A preocupação com a opinião dos outros dificulta a nossa Paz interior que tão preciosa é.
BFS.
Beijo.
isa.

✿ chica disse...

Lindo,Vivian. Filosofar faz bem ! Desejo um lindo fds,tudo de bom,beijos,chica

Tina Bau Couto disse...

Pois é!
Filosofar é preciso e a filosofia por sintonia foi assunto por lá ontem :)

Penso, como a própria filosofia propõe: pensar, que se preocupar com o que os outros dizem ou pensam, na medida da razão, das condutas morais e regras sociais e tb como percepção e aprendizado de novos olhares, é importante, tendo contudo uma opinião base, uma conduta, que por não ser engessada, nem solta, não se abala facilmente.

Montaigne destacou e discorreu sobre vários pontos muito interessantes e úteis para nossos tempos, como o humanismo, a percepção de que "toda ideia nova é perigosa" e o respeito a personalidade das crianças, adolescentes e pessoas de qualquer idade no âmbito da educação.
Muito a ser estudado, discutido, lido, praticado.

Adorei seu post!

Abraço de sexta-feira \o/

.:*Aline*:. disse...

Que ótimas reflexões para uma bela manhã de sexta-feira. Estou revendo muita coisa na minha vida, fazendo uma limpeza espiritual e acho q o caminho é esse aí. Livrar-me das amarras, livrar-me de opiniões alheias. Acho que ganharei muito mais.
Bjus, Vivian.

Paulo Francisco disse...

Aprendi mais um pouquinho.
Um beijo

ONG ALERTA disse...

Nos faz parar e pensar....beijo Lisette.

#*Marly Bastos*# disse...

Nossa vontade de agradar, de ser aprovado, traz essa inquietação no espírito, pois deixamos em algum lugar o nosso verdadeiro eu, para ser o eu que agrade mais.
Bjkas doces e bom fim de semana.

Vera Lúcia disse...


Querida amiga,

Em primeiro lugar, quero agradecer a sua prontidão em atender ao meu pedido. Você é uma fofa. Desejei passar-lhe um email agradecendo, mas estou tão enrolada com o afastamento de minha secretária doméstica e com os "bolos" das faxineiras que estou quase pirando-rsrs. Minha doméstica estava comigo há 23 anos e resolveu que precisa descansar um pouco, além do período de férias. Tudo ficava por conta dela. Não está sendo fácil cuidar dos trabalhos domésticos a esta altura, pois sempre trabalhei fora em horário integral e me desacostumei das tarefas. Ô louco!
Quase não estou dando atenção ao blog como gostaria, mas vou tentando, pelo menos, responder às minhas preciosas visitas.

Quanto ao texto, entendo certeira a filosofia de Montaigne. Costumamos assistir na prática as consequências de se ater à aprovação alheia. É desgastante, frustrante e perturbador. Acaba-se perdendo a essência, pois vive-se em função de parâmetros que não são os próprios e os aprendizados chegam de forma dolorosa.

Ótimo final de semana.

Beijo.

Kellen Bittencourt disse...

Oii Vivian, adorei realmente a gente se preocupa demais em ser aprovados, em fazer parte de grupos, e não errar, preocupamos com tudo que todo mundo pensa e isso nos trava nos toli, não é bom! Bjoooss

Misturação - Ana Karla disse...

Importar-se com a opinião alheia afeta a si próprio.
Vivian, grandioso o pensamento.
Bom final de semana
Xeros

Arnoldo Pimentel disse...

Parabéns Vivian pela bela e enriquecedora postagem.Beijos.

ValCruz disse...

Na vida e nas redes sociais... (rs) Já deves ter compreendido o que eu quero dizer né?

Gostei demais!!

Beijos.

MARILENE disse...

Não se consegue a aprovação de todos e buscar esse resultado traz frustração e uma tortura sem fim. Os seres humanos têm formação diversa e opiniões distintas. E é nessa convivência que desenvolvemos nosso aprendizado.
Grande beijo!

Flor de Jasmim disse...

Excelente Vivian, adorei!
Sabes que eu sou uma pessoa não não dou muita importância às reprovações das pessoas, não têm o direito de me julgarem.
Bom fim de semana querida

beijinho e uma flor

Toninho disse...

Um exercicio que devemos fazer, desprender destas opiniões desagregadora.
Belo trabalho de pesquisa e partilha Vivian.
Lindo fim de semana a voce e familia.
Meu terno abraço de paz e luz.
Beijo.

Calu disse...

Desde lá, até cá, as constatações filosóficas de Montaigne só ganharam mais confirmações e visibilidades.
Pena, que levamos tantos anos para descobrir estas verdades.
Ótima partilha, minha doce amiga.
Tenha um lindo fim de semana.
Bjos,
Calu

LUZ disse...

Oi, querida Vivian!

Seu blog é uma verdadeira enciclopédia.

Faz muito bem, em abordar temas desse género.

Montaigne tinha e continua tendo razão, porque nós não devemos atender à opinião pública, mas à nossa consciência.

Bom fim de semana.
Beijo da Luz, com carinho.

Néia Lambert disse...

Como a Filosofia nos faz bem! Adorei esse conselho!

Beijos

Anne Lieri disse...

Vivi,excelente reflexão!De fato se nos preocupamos demais com a opinião dos outros deixamos de fazer muitas coisas que são importantes para nós!Linda msg e grata por seu carinho em meu blog tb!bjs,

Suelen Muniz disse...

Oi Vivian,
Antes eu costumava dar muuuuuita atenção a opinião alheia e junto a minha timidez isso era um estrago que nunca me ajudou em nada.
Hoje em dia,procuro pensar em mim na hora de tomar decisões,pensar no que isso pode me acrescentar,se vai ser bom ou ruim,enfim.
Muitas vezes ao ligar muito pra opinião das pessoas não saímos do lugar e nos sentimos perdidos.
O melhor mesmo é começar a nos encontrar conosco.

Um ótimo domingo,abraço =)

Eduardo Medeiros disse...

E aí, Vívian, beleza?

Ótima "pirola filosófica". Querer agradar a todo mundo é cansativo e impossível. Nem o Nazareno conseguiu!!

ótimo domingo e um grande abraço.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Vivian
Realmente, quando nos preocupamos com a opinião dos outros, deixamos de sermos nós mesmos.
Bjux

Tunin disse...

O texto é excelente e a filosofia contido nele, ensina-nos a não darmos atenção às opiniões alheias.
Beleza!
Abração.

Manuel disse...

Não sendo, propriamente, um filósofo que admire muito.
Mas é u gosto pessoal que em nada tira o valor ou desvirtua o saber e a inteligencia deste ensaísta.
Há uma frase, dele, que me diz muito:
"Mesmo no mais alto trono do Mundo estamos sempre sentados sobre o nosso rabo"
Acho-a de uma grande profundidade.
Um beijo

Lourdinha Vilela disse...

Acredito que para alguns seja difícil se livrar do desejo de ser aceito, mesmo que isto traga ansiedade e sofrimento. É algo ligado a vaidade,que é uma característica do ser humano.
Muito bom Vivian, bjs. obrigada.

Graça Pereira disse...

Como filósofo, ele sabia bem entender as malhas e as manhas dos homens: estar sujeitos à admiração dos outros, limita a nossa área de crescimento e liberdade.
Estive ausente mas...voltei
Beijo amigo
Graça

helia disse...

Um excelente texto ! Devemos libertar-nos da opinião alheia , porque muitas vezes ela limita-nos a nossa liberdade e a realização de muitos projetos !

helia disse...

Um excelente texto ! Devemos libertar-nos da opinião alheia , porque muitas vezes ela limita-nos a nossa liberdade e a realização de muitos projetos !

Élys disse...

Devemos ser livres e não nos prendermos às opiniões dos outros.
Beijos.

Tais Luso disse...

Muito bom! Simplesmente paramos de viver: opinião aqui; opinião ali... Onde estará a verdade, o melhor para nós? Onde estará o saudável de escolher, de pensar, de decidir?
O melhor é fugir das opiniões e colocar nossa cabecinha a funcionar...

Beijos, Viviam!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...